Empresa de café solúvel vai investir US$ 60 milhões em Linhares

0
108
Foto: Divulgação

Expandindo suas operações no País, a Companhia Cacique Café Solúvel inaugura, no próximo dia 25 de outubro, a pedra fundamental de sua segunda fábrica, que será implantada no município de Linhares. A Secretaria de Estado de Desenvolvimento participou das articulações para a implantação da empresa no Estado, cujo investimento programado é da ordem de US$ 60 milhões.

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Marcos Kneip, destacou a importância do empreendimento para o fortalecimento da cadeia produtiva local. “Trata-se de uma empresa que já adquire parte da produção de café capixaba e que agora busca novos fornecedores no Estado. Isso fortalece a cadeia produtiva local, gerando mais renda e oportunidades para os capixabas”, disse.

De acordo com o diretor comercial da Cacique, Pedro Guimarães, a previsão é que a primeira etapa seja concluída no primeiro trimestre de 2021. “O acordo entre Mercosul e União Europeia – redução da taxa de importação dos 9% para zero a ser realizada, gradativamente, em quatro anos – nos fez acelerar os investimentos. A União Europeia é um mercado extremamente importante e o segundo principal destino das exportações de nossa empresa. A previsão é que o mercado brasileiro de café solúvel aumente em 35% suas exportações para o continente europeu nos próximos cinco anos”, ressaltou.

Gimarães também destacou o potencial de geração de empregos da nova planta. “Vamos construir em um estado que é considerado o maior produtor de café conilon do País, principal matéria-prima para a produção do café solúvel. Além da geração de 300 novos empregos durante a fase de construção, geraremos 800 novos empregos, diretos e indiretos, quando estivermos operando em 2021 com capacidade de 12 mil toneladas de café solúvel ao ano”, sinalizou

A nova unidade será construída na Rodovia Governador Mário Covas, km 160 da BR 101, bairro Bebedouro, numa área de 500 mil metros quadrados.

Perfil da Cacique

Fundada a primeira unidade fabril em 1959 na cidade de Londrina (PR) por Horácio Sabino Coimbra. É considerada uma das maiores indústrias de produção de café solúvel do mundo em uma única planta. Projetada para desenvolver, produzir e comercializar produtos de café, a unidade tem capacidade para processar 70 toneladas de café solúvel (liofilizado, aglomerado, em pó), óleo e extrato de café. (Governo do ES)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here