Cooperados da Cooabriel participam de capacitação para operação e manutenção de recolhedoras de café

0
141
Foto: Cooabriel

Ao todo, serão cinco agendas, nos meses de abril e maio, que oportunizarão conhecimento a mais de 75 pessoas

Em busca de agilidade no processo de colheita e para sanar um dos grandes desafios da cafeicultura, que é a escassez de mão de obra, especialmente durante a safra, um número cada vez maior de produtores rurais tem apostado na mecanização e semimecanização da colheita nas lavouras de conilon no norte e noroeste do ES.

Descubra as últimas novidades do AGRO Capixaba, do Brasil e além, diretamente no seu WhatsApp! Toque aqui para se juntar ao exclusivo grupo da Revista Procampo e esteja sempre um passo à frente!

Contudo, o emprego dessas tecnologias é relativamente novo para o cultivo e, além dos desafios enfrentados na adaptação ao relevo da região e às características do cultivo, um fator de atenção está na segurança dos produtores rurais e de seus colaboradores, durante as operações com as máquinas e implementos utilizados na colheita.

Com o objetivo de adquirir conhecimentos e informações fundamentais para a adoção de boas práticas, cooperados da Cooabriel das regiões de Nova Venécia e São Gabriel da Palha participam de treinamentos com enfoque na operação e manutenção de máquinas recolhedoras de café. A capacitação é fruto de uma parceria da cooperativa com o Senar/ES e envolve explanação teórica e prática no campo.

Conforme explica o instrutor do Senar/ES, Olímpio Vieira Neto, que é especialista em mecanização, através do curso os participantes aprendem a forma correta de realizar a operação de recolhimento do café. “Apresentamos aos trabalhadores alguns fundamentos teóricos, depois passamos à prática. Considero que este é um dos treinamentos mais difíceis de serem ministrados, pois exige o máximo de atenção dos participantes. Existe uma sequência correta para essa operação e o respeito a isso é crucial para a segurança dos trabalhadores. Estamos aqui para orientá-los da melhor forma”.

Pelo fato de os treinamentos envolverem práticas de colheita, a capacitação está vinculada ao período de safra do café. Ao todo, serão cinco agendas, nos meses de abril e maio, que oportunizarão conhecimento a mais de 75 pessoas.

“A segurança das pessoas deve estar sempre em primeiro plano”, enfatiza o presidente da Cooabriel, Luiz Carlos Bastianello. “Estamos buscando oferecer capacitação e vamos empenhar muita energia nisso, para disseminar os conhecimentos necessários para preservação da vida e integridade da saúde física, tanto dos próprios produtores quanto de seus colaboradores”.

A propriedade do cafeicultor Rogério Speroto é um dos locais que sediou os treinamentos. Cooperado da Cooabriel há quase 13 anos, Speroto ressalta que ofertar conhecimento aos colaboradores é fundamental para a condução das atividades de produção.

“Fomos os pioneiros a usar a recolhedora nessa região. Estamos iniciando nossa sétima colheita com esse equipamento.  Sabemos da importância de treinamentos adequados para os colaboradores e procuramos oferecer capacitações para as mais diversas atividades, principalmente pela preocupação com a segurança e bem-estar de todos dentro da nossa propriedade”. (Comunicação Cooabriel)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here