Nater Coop abre inscrições para sétimo desafio do Programa de Inovação Aberta

0
518
Foto: Divulgação

Esse é o sétimo desafio que a cooperativa está lançando em seu Programa de Inovação Aberta, voltado para empresas tradicionais, startups, instituições de ensino e demais agentes do setor produtivo

 A Nater Coop abriu inscrições para o sétimo desafio do seu Programa de Inovação Aberta. Dessa vez, os concorrentes terão que apresentar soluções que ajudem os cooperados produtores de leite a melhorar a rentabilidade das produções por meio de assistência técnica e gerencial. Quem quiser participar pode se inscrever até o dia 26 de junho no site https://azys.com.br/corporates/natercoop.

Atualmente, a cooperativa possui mais de 20 mil cooperados, sendo 450 deles pequenos produtores com uma produção média anual estimada de 110 mil litros diários de leite, localizados em 27 municípios do norte e noroeste do Espírito Santo.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

“Para atingir a excelência na produção, esses produtores necessitam de assistência técnica, pecuária e equipamentos mais eficientes, que, por sua vez, possuem um custo elevado de aquisição ou contratação, tornando-se incompatíveis com o orçamento deles. Além disso, enfrentam dificuldades em acessar fontes de investimento para subsidiar esses custos”, é o que conta o presidente da Nater Coop, Denilson Potratz.

De acordo com Marcelino Bellardt, diretor-geral da Nater Coop, a cooperativa entende que há uma oportunidade para apoiá-los. “Queremos desenvolver um modelo de negócio viável, que proporcione o desenvolvimento deles e, ao mesmo tempo, garanta que as produções se convertam em negócios para a cooperativa. Além disso, incentivar esses produtores a receberem assistência técnica e gerencial em suas propriedades”, afirma.

“A inovação no horizonte agro é o que vai possibilitar suprir a necessidade do aumento da produção de alimentos no mundo, de modo sustentável e eficiente, explorando tecnologias e oportunidades que visam minimizar a incidência de pragas, ajustar manejos por meio de estatísticas e previsões climáticas, baseando-se em dados e informações da fazenda, para tomar assim as melhores decisões em busca do aumento contínuo da produtividade”, complementa Marcelino.

Esse desafio faz parte do investimento de até R$ 2 milhões em programas de inovação (startups) para os próximos dois anos, anunciado no final de 2022 pela cooperativa. O plano é lançar 14 desafios mapeados em suas respectivas áreas de negócio, que incluem café, laticínios, agroindústria e varejo. Podem participar empresas tradicionais, startups, instituições de ensino e demais agentes do setor produtivo (pessoas físicas e jurídicas).

As soluções apresentadas para esse desafio concorrerão a prêmios em dinheiro: 1º lugar R$ 30 mil, 2º lugar R$ 15 mil e 3º lugar R$ 5 mil. Os projetos serão selecionados 15 dias após o final das inscrições de cada desafio e os escolhidos terão 100 dias para desenvolver a solução. A expectativa é de que os resultados gerais sejam anunciados no final de 2023.

Sobre a Nater Coop

Com 58 anos de atuação, a Cooperativa Agropecuária Centro Serrana (Nater Coop) conta com 20 mil cooperados, mais de 1.100 colaboradores e se relaciona com cerca de 30 mil produtores rurais. A instituição tem lojas de produtos agropecuários em mais de 30 municípios do Espírito Santo e de Minas Gerais, além de rede própria de atendimento que inclui supermercado e postos de revenda de combustível. Também fazem parte da Nater Coop as marcas Veneza (alimentos), Rações Coope (Nutrição Animal), Liva (ovos) e Pronova (café). A cooperativa, com sede em Santa Maria de Jetibá, é a maior do Espírito Santo na área do agronegócio (agricultura e pecuária) e já exporta para 11 países. (Comunicação Nater Coop)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here