Crea-ES e CRMV-ES se unem contra o Projeto de Lei nº 1428/2021 e na defesa pela valorização profissional

0
87
Foto: Divulgação
Na quinta (29/4) da semana passada, o presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES), Eng. Jorge Silva, recebeu representantes do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Espírito Santo (CRMV-ES), para tratativas que contemplem à valorização dos profissionais atuantes em áreas regulamentadas pelos dois órgãos.
O encontro contou com a presença da presidente e do vice-presidente do CRMV-ES, Virgínia Teixeira do Carmo Emerich e Douglas Severo Silveira, e marcou o estreitamento da relação entre as duas instituições.
As discussões giraram em torno do Projeto de Lei nº 1428/2021 que está em tramitação no Senado. O documento propõe a alteração da Lei nº 5.550, de 4 de dezembro de 1968, que estabelece condições para o exercício da profissão de zootecnista e define atividades e atribuições profissionais. O PL retira atribuições dos engenheiros agrônomos da área da zootecnia, principalmente na área de produção animal.
Segundo o presidente do Crea-ES, se aprovado, o projeto trará muito prejuízo para os profissionais da área da Agronomia e abrirá margem para a prestação de um serviço incompatível com a necessidade zootécnica. “A união dos Conselhos é fundamental para que consigamos fortalecer ações na valorização profissional e na garantia de serviços seguros à sociedade”, completou.
“Os prejuízos são para ambos os lados, tanto para os Engenheiros Agrônomos quanto para os Médicos Veterinários e incidirá diretamente na qualidade e segurança dos serviços prestados à sociedade.” afirmou Douglas.
A reunião visou definir ações para fomentar o assunto na esfera política, mobilizando os deputados federais pela não aprovação do Projeto de Lei. O Crea-ES acredita que dessa maneira garantirá segurança à sociedade e valorização profissional aos envolvidos na zootecnia. (Comunicação Crea-ES)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here