Produtores capixabas de cachaça conhecem projeto de exportação do produto

0
442
Foto: Divulgação

Na tarde desta quinta-feira (30), a Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) recebeu produtores, empreendedores e entidades para a apresentação do Projeto de Promoção às Exportações de Cachaça, denominado “Cachaça: Taste the new, Taste Brasil” (www.tastebrasil.com). O evento foi promovido pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes), Sindicato da Indústria de Bebidas em Geral do Estado do Espírito Santo (Sindibebidas)Instituto Brasileiro da Cachaça (Ibrac).

Foto: Divulgação

A proposta é uma parceria do Ibrac com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), e sua apresentação para o segmento de cachaça do Espírito Santo teve como objetivo mostrar as oportunidades que o mercado externo oferece para a exportação desse produto genuinamente nacional.

A nova proposta de Projeto Setorial prevê a realização de ações promocionais para a cachaça em 08 mercados prioritários, entre eles Alemanha, Estados Unidos e Reino Unido.

O diretor executivo do Ibrac, Carlos Lima, apresentou a proposta e reforçou a necessidade do Brasil promover melhor a cachaça internacionalmente e aumentar o volume de exportação, que é muito baixo em comparação com bebidas destiladas de outros países, como a tequila, do México, e o uísque, do Reino Unido. Para isso, é necessário, inicialmente, um trabalho de capacitação dos produtores nacionais.

Fabricante da cachaça capixaba Princesa Isabel, Adão Celia falou da importância e da necessidade dos produtores locais se unirem, se organizarem e atuarem juntos na promoção do produto. Hoje, cerca de 70 produtores no Espírito Santo estão legalmente registrados.

Já o gerente de arranjos produtivos e coordenador do Programa de Qualificação para Exportação no Espírito Santo (Peiex-ES), Francisco Ramaldes, enfatizou que o programa, que deve iniciar o ciclo 2018-2020 no final de 2018, pretende atrair o setor de cachaça capixaba para se qualificar para o mercado exterior.

Sobre a cachaça no Brasil

São cerca de 1.500 produtores registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), totalizando 4.000 marcas.

Em 2017, nossa cachaça foi exportada para mais de 60 países, com mais de 50 empresas exportadoras, gerando receita de US$ 15,80 milhões (8,74 milhões de litros). Esses números representam um crescimento de 13,43% em valor, e 4,32% em volume, em comparação ao ano de 2016, resultando no segundo ano seguido de aumento das exportações.

Em termos de valor, em 2017 o mercado de cachaça no Brasil foi superior a R$ 10 bilhões de reais.

Vale lembrar que em fevereiro de 2018, a cachaça capixaba Princesa Isabel Aquarela, fabricada no município de Linhares, norte do Estado, garantiu o primeiro lugar na linha branca do produto, no 3º Ranking da Cúpula da Cachaça, que elegeu as 50 melhores do Brasil, publicado no jornal Estadão, de São Paulo. (Fonte: GN1)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here