Suspensão de voos internacionais afeta exportações de mamão

0
47
Mamão - Divulgação

Em janeiro e fevereiro, as exportações brasileiras de mamão estavam a todo vapor. A grande oferta disponível de fruta e a boa demanda internacional, em especial por parte da Europa, favoreceram os embarques. O volume enviado nos dois primeiros meses deste ano totalizou 8,7 mil toneladas, quantidade 17% superior à parcial do ano passado, segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex). Já a arrecadação foi de US$ 8,5 milhões, valor 5% maior, na mesma comparação.

Em março, por outro lado, as exportações brasileiras de mamão começaram a ser impactadas pelo avanço do novo coronavírus pelo mundo, visto que diversos países consumidores têm suspendido voos internacionais e que os aeroportos estão paralisando algumas atividades. Assim, agentes relatam que já houve redução dos embarques e que o cenário pode se intensificar nas próximas semanas, fazendo com que essas frutas permaneçam no mercado doméstico. Vale destacar que o mamão tem a via aérea como a principal nas exportações, correspondendo a mais de 90% do total, devido à sua fragilidade. (Cepea/Hortifruti)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here