Contratação de crédito agropecuário soma R$ 119,48 bilhões em oito meses, em alta de 12%

0
103
Foto: Divulgação

A contratação do crédito empresarial do Plano Agrícola e Pecuário (PAP) entre julho e fevereiro alcança R$ 101,612 bilhões, o que representa 53% do total ofertado e 11% a mais do que o valor financiado em igual período do ano anterior. Na Agricultura Familiar, a contratação soma, no período, R$ 17,87 bilhões, equivalentes a 67% do volume disponibilizado e 21 % acima do que foi contratado entre julho de 2017 e fevereiro de 2018. No total, o crédito agropecuário já aplicado alcança R$ 119,48 bilhões, em alta de 12% sobre igual período apurado no ano anterior.

O total ofertado para o agronegócio (PAP) e a agricultura familiar é de R$ 217, 73 bilhões, dos quais foram negociados em oito meses 55%, em alta de 12% sobre igual período na safra anterior, de acordo com levantamento feito pela Secretaria de Política Agrícola do Mapa como base no Sistema de Operações do Crédito Rural e do Proagro, do Banco Central.

As contratações se concentram nas modalidades de custeio, comercialização e industrialização que somam juntas R$ 79,42, bilhões. O valor do custeio foi de R$ 57,15 bilhões. Em seguida, o maior volume é o de investimentos, de R$ 22,18 bilhões.

O Programa de Capitalização de Cooperativas Agropecuárias (Prodecoop) teve alta de 217% no valor de aplicação, o maior percentual de aumento entre as modalidades do PAP, com contratação de R$ 791 milhões, 80% do montante disponível.

Outra alta significativa, de 136%, foi no Moderagro (Programa de Modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais), com desembolso de R$ 786 milhões, 94% do total previsto para o período, que se encerra em junho.

E a terceira maior alta (114%) no volume contratado ocorreu no PCA (Construção e Ampliação de Armazéns), em que já foram aplicados R$ 924 milhões, equivalentes a 44% da oferta de recursos.

Na safra em curso 2018/2019, o aumento de contratação na atividade agrícola foi de 13%, até agora, e na atividade pecuária, de 5%.

Fonte de recursos

Recursos provenientes da Poupança Rural Controlada representaram 28% dos desembolsos e, recursos obrigatórios, 19%. De fontes não controladas, os recursos livres corresponderam a 8% do total, somando R$ 8,45 bilhões, em alta de 196%.

Letras de Crédito do Agronegócio (LCA) com taxa favorecida responderam por 12% do volume de crédito já contratado, somando R$ 12,07 bilhões, em alta de 40%. (Mapa)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here