Pé de café gigante em Laranja da Terra produz sozinho meia saca de café beneficiada

0
400
Foto: Divulgação

Cafeeiro possui seis metros de altura, 50 anos de plantado e 47 anos de produção

A propriedade do cafeicultor Renato Kepp, na localidade de São Luiz de Miranda, em Laranja da Terra, recebe orientações do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Na propriedade da família está uma planta um tanto quanto peculiar: trata-se do maior e mais antigo pé de café conilon da região, também considerado o maior do Brasil.

O cafeeiro possui seis metros de altura, 50 anos de plantado e 47 anos de produção. Uma situação que definitivamente não se vê todos os dias. Em um vídeo publicado no Instagram do Incaper, Kepp fala sobre a planta e sobre os trabalhos que o Incaper desenvolve.

A colheita, como contou o produtor, sempre é alta em comparação às demais plantas. Em 2008, o pé de café bateu recorde de produtividade. “O pé de café foi plantado em 1970 pelo meu pai. Chegou a produzir 39 Kg de café beneficiado e continua produzindo na faixa de 20 kg a 30 kg por ano”, contou o agricultor.

Renato Kepp é presidente da Associação de Agricultores Familiares de São Luiz de Miranda. Ele chegou a fazer clones do “cafezão”, e diz que é mais resistente a doenças. “Eu também tenho uns clones e percebi uma resistência muito grande à ferrugem”, disse o agricultor.

Se depender de Keep, o gigante tem boas expectativas daqui pra frente. “Ele continua produzindo. Ainda é uma árvore bonita, com expectativa de produção por muitos anos”, afirmou.

A cafeicultura não é a única atividade desenvolvida na propriedade do Renato Keep. O agricultor e sua família são produtores de quiabo há mais de 30 anos e cultivam também inhame e tomate. As atividades são orientadas pelos extensionistas do Incaper Anderson Martins Pilon e Marcelino Silva de Melo, que acompanham a propriedade e prestam assistência à família. (Comunicação Incaper)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here