Cetcaf prepara Plano de Trabalho 2019 para desenvolver com parceiros

0
398
Equipe do Cetcaf homenageada na Ales - Foto: Divulgação

O ano novo começou e o Centro de Desenvolvimento Tecnológico do Café (Cetcaf), se prepara para dar continuidade ao trabalho que desenvolve desde sua criação, e para atender aos seus objetivos institucionais, que visa ao desenvolvimento eficaz da cafeicultura capixaba, um novo Plano de Trabalho para ser executado em 2019 está sendo realizado.

“Estamos dando continuidade ao processo educativo do homem do campo, voltado para a melhoria da qualidade de vida rural, através de melhor desempenho de sua produção agrícola, priorizando o café, os cafeicultores e a preservação ambiental”, explica o superintendente do Cetcaf, Frederico de Almeida Daher.

O objetivo do Plano de Trabalho é dar continuidade ao esforço despendido ao longo dos anos pelo Cetcaf e seus parceiros para a mobilização de significativo contingente de cafeicultores. Sempre sensibilizando o produtor às mudanças efetivas no padrão de seu comportamento como empresário da cafeicultura e não mais como um mero produtor de café.

“Estamos trilhando o melhor caminho e fica evidente que esses avanços precisam ter continuidade para que os esforços até aqui realizados não se percam no tempo por falta da continuidade dessas ações absolutamente indispensáveis”, afirma Frederico Daher.

Para a programação deste ano, o Simpósio Estadual do Café, já em sua 12ª edição, simpósios regionais, cursos práticos de cafeicultura sustentável, Treinamentos Café com Sustentabilidade – Colheita e Pós-colheita” e Treinamentos Café com Sustentabilidade – Nutrição e Manejo da Lavoura Cafeeira. Esses últimos são direcionados para as lideraças locais, sendo voltados para 30 produtores cada, com o objetivo de preparar o cafeicultor para uma colheita mais racional, ajudando na preparação de uma nova safra produtiva, em busca de um café de melhor qualidade, que proporcione um aumento de sua renda familiar.

O Cetcaf estará priorizando as comunidades mais carentes no interior dos municípios, onde as produtividades são ainda muito baixas e a pobreza generalizada.

Para 2019, o Cetcaf vai continuar fazendo o que sabe: preparando o cafeicultor para uma colheita mais racional e preparação de uma nova safra produtiva, em busca de um café de melhor qualidade, oferecendo a eles oportunidade ímpar de inteirarem-se das tecnologias mais simples e mais adequadas ao seu processo produtivo, reduzindo custos, ampliando a produtividade e assim, aumentando sua renda. (Fonte: Informativo Eletrônico Cetcaf – Nº 119)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here