Aplicativo facilita cálculo de irrigação em áreas de cultivo

1
1183
Foto: Cedecom Montes Claros

Desenvolvido no ICA e disponível para download, ‘Smartpivô’ estima demanda energética e vazão

Em poucos minutos, um aplicativo de celular consegue dimensionar, de forma precisa, o volume de água e a energia necessárias para cobrir uma área irrigada. O Smartpivô, que favorece a otimização de cálculos para subsidiar decisões sobre irrigação de plantações, foi desenvolvido no Instituto de Ciências Agrárias (ICA), em Montes Claros, no âmbito de uma pesquisa de iniciação científica. O programa está disponível gratuitamente para download (apenas para Android).

De acordo com o professor do ICA Flávio Gonçalves Oliveira, que coordenou a pesquisa, softwares dessa natureza estão restritos a algumas empresas prestadoras de serviço. Em muitos casos, os cálculos são feitos manualmente pelos técnicos. “O Smartpivô está disponível para técnicos, estudantes e professores da área. Em qualquer lugar do planeta, com o celular em mãos, será possível dimensionar de forma precisa o equipamento de irrigação sem a necessidade de estar com um computador em mãos no campo”, explicou.

Smartpivô faz o dimensionamento para equipamentos de irrigação do tipo pivô central, que realizam a irrigação da área de forma automática. O pivô central possui uma tubulação aérea que é movimentada por meio de motores e faz a irrigação de modo semelhante à chuva. “Esse aplicativo consegue determinar a vazão, ou seja, o volume de litros por segundo ou metros cúbicos por hora de que uma área irrigada vai precisar”, afirma o professor Oliveira.

A tecnologia também possibilita o cálculo da demanda energética com base em informações sobre o terreno. “Ele calcula a perda de energia nas tubulações, de tal forma que é possível determinar os equipamentos de bomba centrífuga e de motor elétrico necessários nesses sistemas”, relata.

De fácil uso

Smartpivô é considerado uma tecnologia de fácil usabilidade, pois só necessita de dados básicos de projetos de irrigação de lavouras agrícolas: diferença de nível do terreno, temperaturas do ar, informações sobre a cultura cultivada e sobre o equipamento de irrigação.

O professor destaca que o aplicativo, além de apresentar vantagens como agilidade e precisão nas tomadas de decisão em campo, também contribui para a eficiência no uso da água, evitando desperdícios. O software também registra e armazena os dados sobre o projeto de irrigação que está sendo trabalhado, e eles ficam disponíveis para o usuário em um banco de dados interno, que pode ser consultado a qualquer momento, sem a necessidade de conexão com a internet.

Além de Flávio de Oliveira, também participaram do estudo o professor Flávio Pimenta Figueiredo e a engenheira agrícola e ambiental Luara Vieira de Oliveira. O software foi registrado pela UFMG, e os resultados da pesquisa, publicados na Irriga (Brazilian Journal of Irrigation and Drainage), revista científica especializada em irrigação. (Fonte: Amanda Lelis/Cedecom Montes Claros)

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here