Estadunidenses atingem novos recordes de consumo de café

0
334
Foto: Divulgação

Em seu relatório 2020, a National Coffee Data Trends (NCDT) apresentou dados sobre os hábitos de consumo de café nos Estados Unidos. O presidente e CEO da NCA, Bill Murray, diz que o café é essencial para o dia a dia do norte-americano.

“O relatório deste ano mostra o quanto os estadunidenses confiam na energia, conforto e normalidade de sua bebida favorita. Mas estes são tempos difíceis e os negócios não estão como de costume”, diz Murray.

A NCA incentiva todos na indústria a apoiarem pequenas empresas, governos, autoridades de saúde e trabalhadores para evitar o mínimo possível de impactos por conta da covid-19 (coronavírus).

Os principais resultados do NCDT incluem:

– O consumo geral de café aumentou 5% em todo o país desde 2015;

– 7 em cada 10 americanos consomem café toda semana, enquanto 62% tomam todos os dias;

– O consumidor médio de café americano consome pouco mais de três xícaras por dia;

– Boa parte opta por opções to go;

– Nove em cada dez consumidores mais velhos consomem uma xícara pela manhã. Os jovens têm quase duas vezes mais chances de consumir a bebida na hora do almoço do que alguém com mais de 60 anos;

– A popularidade das máquinas de café com copo único aumentou quase 50% nos últimos cinco anos. Os americanos têm 24% menos probabilidade do que em 2015 de preparar seu café em uma cafeteira tradicional;

– 48% dos consumidores diários de café que compram sua bebida em restaurante de serviço rápido, cafeteria, loja de donuts ou loja de conveniência, fazem isso através de um drive-thru. Um quarto das pessoas usam aplicativos para pedir a bebida;

– Quase 60% dos cafés servidos nos Estados Unidos são preparados a partir de grãos especiais;

– Os consumidores de café estão migrando para as bebidas à base espresso, com o consumo de cappuccinos, lattes e flat white em incríveis 50% no mesmo período, impulsionado em parte entre os 25 e 39 anos;

– Cafés frios eram praticamente desconhecidos em 2015, mas agora um em cada cinco norte-americanos com menos de 40 anos consome pelo menos um a cada semana;

– O consumo de café tradicional diminuiu 10%, embora os consumidores com mais de 60 anos tenham duas vezes mais chances de consumir café tradicional do que entre 18 e 24 anos;

– Os consumidores de café no Nordeste do país têm quase 15% mais chances de pedir bebidas à base de café espresso do que os consumidores de café no Centro-Oeste. O meio-oeste é menos provável que peça descafeinado;

– As opções de café refletem as preferências regionais, culturais e geracionais dos estadunidenses;

– O consumo de café normalmente aumenta com a idade, mas os norte-americanos com menos de 40 anos cresceram o consumo de café em 40% desde 2015;

– Mais da metade dos consumidores de café (53%) deseja comprar um café certificado. (Café Point)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here