MST invade fazenda em São Mateus (atualização)

0
9520
Imagens da invasão nesta madrugada circulando nas redes sociais. Foto: Divulgação

Na madrugada desta quarta-feira (17), um grupo de integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocupou uma propriedade rural no município de São Mateus, norte do Espírito Santo. A Revista Procampo está acompanhando o desenvolvimento da situação e fornecerá atualizações regulares conforme novos fatos surgirem.

Descubra as últimas novidades do AGRO Capixaba, do Brasil e além, diretamente no seu WhatsApp! Toque aqui para se juntar ao exclusivo grupo da Revista Procampo e esteja sempre um passo à frente!

O MST tem realizado diversas ações semelhantes na região, reivindicando terras que afirmam não estar cumprindo sua função social conforme previsto na Constituição Brasileira. São Mateus já foi cenário de disputas agrárias anteriores, refletindo as tensões persistentes entre proprietários rurais e movimentos sociais agrários.

  • 07:50, 17 de abril: A propriedade fica no Km 16 da BR-381, rodovia que liga os municípios de São Mateus a Nova Venécia.
  • 11:37, 17 de abril: Na madrugada desta quarta-feira (17), aproximadamente 200 famílias associadas ao Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam a Fazenda Coqueirinho, situada em São Mateus, no norte do Espírito Santo. A propriedade, que possui 294 hectares, encontra-se na Rodovia BR-381 Miguel Cury Carneiro.
  • 11:40, 17 de abril: De acordo com o MST, a Fazenda Coqueirinho, que anteriormente abrigava a fábrica de farinha de mandioca Inquinor, está envolvida em um processo na justiça federal devido à violação de direitos trabalhistas.
  • 14:30, 17 de abril: Eliandra Fernandes, representante do Movimento Sem Terra (MST) no Espírito Santo, destaca que a área está envolvida em processos judiciais relacionados a dívidas trabalhistas. “A nossa demanda é o estabelecimento de 1,4 mil famílias acampadas no Espírito Santo e a expropriação de terras que consideramos defensáveis. Esses são terrenos que não estão em conformidade com as normas do Ministério do Trabalho, são improdutivos ou possuem débitos com a União”, afirmou.
  • 14:42, 17 de abril: Os habitantes locais relataram que os manifestantes chegaram em veículos particulares e, ao perceberem a atividade, contataram a Polícia Militar. Adicionalmente, mencionaram que o grupo se encontra em uma área de pastagem, ocupada por gado.
  • 14:45, 17 de abril: Nota de repúdio – Invasão do MST: A Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Espírito Santo (Faes) manifesta repúdio e indignação à invasão de propriedade rural ocorrida na terça-feira, 16/04, localizada no KM 16 da BR 381, sentido São Mateus x Nova Venécia, promovida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra – MST.

Acompanhe nosso site para atualizações contínuas sobre esta situação. A Revista Procampo está comprometida em fornecer informações precisas e verificadas para manter nossos leitores informados sobre esta invasão. (Redação Revista Procampo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here