Aprovada urgência para punição a invasor de terra

0
65
Foto: Divulgação

Votação de requerimento colocou em lados opostos deputados no plenário

A aprovação do regime de urgência para o Projeto de Lei (PL) 166/2023, assinado pelo deputado Lucas Polese (PL), gerou debates na sessão ordinária híbrida desta quarta-feira (21), ainda na Fase do Expediente. A matéria prevê sanções a ocupantes e invasores de propriedades privadas no campo ou na cidade.

A urgência para a tramitação do projeto foi contestada por Camila Valadão (Psol), mas a deputada foi voto vencido junto com o deputado João Coser (PT). Camila criticou a maneira simplificada como o projeto trata o acesso à moradia e, além disso, salientou como pessoas já em condições de pobreza poderiam ser prejudicadas com os impedimentos previstos na proposta.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

Pelo texto, os ocupantes e invasores de propriedade privada podem sofrer com proibições no âmbito estadual relativas ao recebimento de auxílios e benefícios sociais, à participação de concursos públicos, à contratação com o poder público estadual e à nomeação em cargos comissionados.

O autor do projeto recebeu o apoio de demais colegas, como Mazinho dos Anjos (PSDB), Capitão Assumção (PL) e Lucas Scaramussa (Pode). Lucas Polese lembrou das dificuldades que o setor agro capixaba enfrenta com as invasões de terra e frisou que a ideia da sua iniciativa é criar mecanismo de coação contra quem não respeita a propriedade privada.

Polese também é autor do PL 28/2024 que, por teor similiar, tramitam apensado ao PL 166/2023

Ordem do Dia 

Na pauta de votações foi aprovada somente o PL 769/2023, do presidente Marcelo Santos (Podemos). A proposição cria a Rota Turística Vale da Estação, localizada nos municípios de Domingos Martins, Marechal Floriano e Viana. (Comunicação Ales)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here