Receita bruta dos Cafés do Brasil ocupa a quarta posição no ranking nacional das lavouras

0
162
Foto: Divulgação

Faturamento previsto para a safra do café em 2023 está estimado em R$ 48 bilhões

O valor bruto de produção da cafeicultura nacional, neste ano de 2023, está previsto em R$ 48 bilhões, valor que coloca o café como a quarta maior cultura agrícola em faturamento. O café da espécie arábica deve gerar R$ 36,8 bilhões de receita, número que representa 76,7% do total da receita gerada com cafeicultura no ano. Enquanto que o café da espécie conilon tem o valor bruto de produção previsto de R$ 11,18 bilhões, valor que equivale a 22,3% do total.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

Como os Cafés do Brasil são produzidos nas cinco regiões geográficas do País, em dezesseis estados da Federação, o que inclui o Distrito Federal, um demonstrativo em ordem decrescente da receita bruta cafeeira estimada para essas regiões, aponta que a Região Sudeste, cujo VBP-Café foi calculado em R$ 41,46 bilhões, lidera de forma absoluta com participação de 86,4% em relação ao faturamento total. Na sequência, vem a Região Nordeste com valor estimado de R$ 3 bilhões (6,2%), seguida da Região Norte com receita bruta de R$ 2,44 bilhões, cujo valor equivale a 5,1% do total geral.

Na quarta colocação do VBP-Café, destaca-se a Região Sul com R$ 680 milhões, montante que corresponde a 1,4% do total nacional; e, por fim, na quinta posição desse ranking das regiões geográficas brasileiras produtoras de cafés, vem a Região Centro-Oeste com faturamento bruto estimado em R$ 389,7 milhões, valor que representa aproximadamente 0,9% do VBP do ano-cafeeiro 2023.

Estas análises da performance do Valor Bruto da Produção – VBP dos Cafés do Brasil, do ano-cafeeiro 2023, que ora estão sendo objeto de divulgação pelo Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café, tem como base os dados e números constantes do VBP Outubro/2023, documento que é elaborado mensalmente pela Secretaria de Política Agrícola – SPA, do Ministério da Agricultura e Pecuária – Mapa.

Em complemento, ao analisarmos a receita bruta para o total das lavouras brasileiras, composta pelas 17 principais culturas produzidas no país, verifica-se que o faturamento está estimado em R$ 811,7 bilhões, número que representa um aumento de 4,2% em relação ao ano passado, quando atingiu R$ 779 bilhões.

Neste ano de 2023, a Soja lidera o ranking nacional das lavouras com valor bruto de produção estimado em R$ 332,7 bilhões, valor que representa 41% do total de receita gerada pelas lavouras, na segunda posição o milho deve gerar R$ 142,8 bilhões (17,5%), seguido pela cana-de-açúcar com R$ 111,2 bilhões (13,7%), conforme citado anteriormente, os Cafés do Brasil ocupam a quarta posição do ranking das lavouras nacional com faturamento previsto de R$ 48 bilhões (6%), fechando as cinco culturas com maior valor bruto de produção em 2023 está o algodão com R$ 30,6 bilhões, montante que representa 3,7% do total. Amendoim, arroz, banana, batata inglesa, cacau, feijão, laranja, mamona, mandioca, tomate, trigo e uva completam os R$ 811,7 bilhões previstos para 2023. (Embrapa Café)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here