Multinacional do segmento de café investe R$ 1 bilhão no Espírito Santo

0
1906
Foto: Divulgação

Nova fábrica criou cerca de quatro mil postos de trabalho durante as obras e coloca a cafeicultura de conilon no radar mundial de processamento

Beneficiária do Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo (Invest-ES), a Olam Coffee, multinacional do segmento de alimentos e agronegócios, está investindo cerca de R$ 1 bilhão na fábrica em Bebedouro, no município de Linhares. O vice-governador e secretário de Estado de Desenvolvimento, Ricardo Ferraço, realizou visita técnica ao empreendimento, que tem previsão de inauguração em dezembro.

“A política fiscal do Estado é atrativa e se soma ao ambiente socioeconômico favorável que temos aqui. Destacamos também pela mão de obra qualificada e posição estratégica para recepção e distribuição de produtos. Nossa missão é ampliar cada vez mais o número de empresas instaladas no Estado, empresas que estejam em sintonia com a política de sustentabilidade, pois defendemos que essa política possa gerar oportunidades de emprego e renda para os capixabas”, disse o vice-governador Ricardo Ferraço.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

A empresa, que opera em 60 países, está implantando a unidade industrial para a fabricação de café solúvel no Espírito Santo numa área de 300 mil metros quadrados. Durante as obras, cerca de quatro mil trabalhadores de diversas especialidades foram contratados e, após o início da operação, serão gerados até 270 postos de trabalho permanentes.

Antes da fábrica em Linhares, a empresa de Cingapura implantou no território capixaba outros dois empreendimentos, um no município de Nova Venécia, que opera desde 2011, e outro na cidade de Muniz Freire, desde 2018.

“Essa será uma das principais fábricas de café solúvel do mundo. Os instrumentos de incentivo e desenvolvimento do Governo do Estado apoiam investimentos como esse, que são inovadores e tecnológicos, com capacidade de gerar oportunidades aos capixabas. Com o início da operação da Olam, o Espírito Santo passará a se tornar importante polo de processamento de café, gerando valor agregado ao produto, além de levar o conilon capixaba e o nosso Estado à primeira prateleira mundial”, completou Ferraço.

No plano de negócios, assim que a unidade estiver em plena atividade, há previsão de compra de, aproximadamente, 600 mil sacas de café em grão, por ano, dos cafeicultores do Espírito Santo. A matéria-prima é a base de produção da empresa, que processa e exporta produtos a diversos países, com destaque para Estados Unidos, Rússia e Polônia.

Invest-ES

O Programa de Incentivo ao Investimento no Estado do Espírito Santo, o Invest-ES, regulado atualmente pela Lei Nº 10.550/2016, e posteriores alterações, é um instrumento de política pública eficaz, eficiente, efetivo e que tem por objetivo contribuir para a expansão, modernização e a diversificação dos setores produtivos do Espírito Santo, estimulando a realização de investimentos.

O Invest-ES também visa à implantação e à utilização de armazéns e infraestruturas logísticas existentes, além da renovação tecnológica das estruturas produtivas, otimização da atividade de importação de mercadorias e bens, e o aumento da competitividade estadual, com ênfase na geração de emprego e renda e na redução das desigualdades sociais e regionais. (Informações de assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here