Comitiva internacional visita o ES para conhecer boas práticas e potencial do café capixaba

0
545
Foto: Divulgação

Nos três dias de visita, a missão passará por São Gabriel da Palha, São Domingos do Norte, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante, Brejetuba e Dores do Rio Preto

Dirigentes de entidades internacionais e executivos de grandes indústrias de café dos Estados Unidos e da Europa estão no Espírito Santo e farão uma imersão em regiões produtoras de café no Estado com o objetivo de conhecer de perto as práticas ambientais, sociais e de governança da cafeicultura capixaba. A visita está sendo organizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag), em parceria com o Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

A comitiva internacional fica no Espírito Santo até quarta-feira, visitando propriedades que produzem café conilon, no Noroeste do Estado, e arábica nas regiões Sul, Serrana e Caparaó. Também estão na rota do grupo a Cooperativa Agrária de Cafeicultores de São Gabriel (Cooabriel) – maior cooperativa de café Conilon do Brasil – e o Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes), que desenvolve estudos importantes para o desenvolvimento cafeeiro.

“O Governo do Estado implantou recentemente o Programa de Desenvolvimento Sustentável da Cafeicultura do Espírito Santo, fato que despertou o interesse dos diversos segmentos da cadeia produtiva mundial do café. E essa visita é consequência deste bom exemplo que os capixabas estão dando para o mundo”, comentou o secretário de Estado da Agricultura, Enio Bergoli.

Nos três dias de visita, a missão passará por São Gabriel da Palha, São Domingos do Norte, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante, Brejetuba e Dores do Rio Preto. “O objetivo é demonstrar o que tem sido feito no Espírito Santo, especialmente nos aspectos ambientais, sociais e de governança. O Espírito Santo é um gigante na produção cafeeira ao produzir as duas espécies de cafés mais comercializadas pelo Brasil, o arábica e o conilon, com qualidade, quantidade e sustentabilidade”, pontuou Bergoli.

Entre os membros da comitiva está Bill Murray, presidente da National Coffee Association USA (Associação da Indústria do Café dos Estados Unidos); Vanúsia Nogueira, presidente da Organização Internacional do Café (OIC); Hannelore Beerlandt, conselheira sobre café da Comissão Europeia DG INTPA F3 – Sistemas Alimentares Sustentáveis e Resilientes; Joseph Degreenia, da USDA; Márcio Cândido Ferreira, presidente do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil e Superintendente na Tristão Cia de Comércio Exterior; Marcos Mattos, CEO do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil; e Emília Balsemão Pires, do Balcoffee Trading.

O grupo chegou ao Espírito Santo após participar, em São Paulo, do Coffee Dinner & Summit, evento internacional do setor cafeeiro, realizado pelo Conselho dos Exportadores de Café do Brasil (Cecafé).

“Com as demandas importantíssimas e a mudança de conceito da cafeicultura no âmbito mundial, o olhar dessas referências internacionais é voltado para conhecer, reconhecer e valorizar a categoria capixaba. O Cecafé se sente extremamente privilegiado em intermediar e acompanhar, com o Governo do Espírito Santo, essa viagem pela cafeicultura capixaba. Temos certeza de que tornar conhecida a evolução da nossa cafeicultura, vai reverberar em maior conceito do café capixaba em relação à cafeicultura brasileira e mundial, tornando a produção capixaba uma referência internacional na qualidade e sustentabilidade”, frisou Márcio Cândido Ferreira, presidente do Cecafé.

Nesta segunda-feira (29), primeiro dia da visita, a comitiva visitou a Fazenda Venturim, em São Domingos do Norte, reconhecida como uma das pioneiras na produção de café conilon especial. Eles também estiveram na Cooabriel, que inaugurou recentemente uma sala de provas de café especial para fortalecer a produção de conilon de qualidade. (Comunicação Seag)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here