Seea: 65 anos ao lado da agronomia capixaba

0
687
Divulgação

Entidade que completa hoje 65 anos vem se modernizando e buscando qualificação profissional para associados e valorizando o trabalho executado pelos engenheiros agrônomos capixabas

Criada há 65 anos com o intuito de valorizar o trabalho executado pelos engenheiros agrônomos capixabas e de defender os anseios de classe junto ao mercado de trabalho, a Sociedade Espíritossantense de Engenheiros Agrônomos (Seea) completa hoje, dia 23 de abril, 65 anos de existência com um objetivo claro: o de se aproximar dos profissionais que defende.

Ciente do seu papel principal, de defender a classe e buscar sempre uma melhor valorização profissional, a entidade aposta na modernização para obter êxito em suas ações.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

De acordo com o presidente da Seea, o engenheiro agrônomo José Roberto Silva Hernandes, a ideia da diretoria é proporcionar a construção de um trabalho planejado, transparente, sólido, buscando aprimoramento tecnológico, e proporcionando desenvolvimento para a entidade e para a sociedade em geral.

“Nossa entidade está completando 65 anos de muitas histórias e lutas em prol da classe agronômica. Chegamos até aqui graças a muitos profissionais que se doaram e entenderam que uma Seea forte, significa valorização do trabalho do engenheiro agrônomo na produção sustentável, contribuindo decisivamente para a segurança alimentar de toda a sociedade”, afirma José Roberto.

Presidente da Seea, o engenheiro agrônomo José Roberto Silva Hernandes: Foto: Divulgação

“Comemorando essa importante data, a Seea em parceria com o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES), acaba de publicar a atualização da Tabela de Honorários dos profissionais da Agronomia e realizado vários cursos de capacitação voltados para a qualificação dos engenheiros agrônomos”, finaliza o presidente.

“Há 65 anos a Sociedade Espiritossantense de Engenheiros Agrônomos luta pela defesa e pela valorização da classe agronômica, em prol da sociedade capixaba e brasileira. O Crea-ES parabeniza e agradece à entidade pela parceria tão frutífera. Seguimos juntos na defesa dos engenheiros agrônomos, profissionais tão essenciais para o crescimento e desenvolvimento sustentável do nosso Estado e do País”, comemora e informa Jorge Silva, presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES).

Presidente do Crea-ES, Jorge Silva (Foto: Revista Procampo)

“Parabéns a todos os fundadores da Seea, que com determinação e resiliência em 23 de abril de 1958 oficializaram a criação da nossa entidade. Muitos estão presentes aqui nos nossos grupos e continuam como associados. Em nome de um dos fundadores, José Umbelino, comprimento todos os demais fundadores e a todos (as) que disponibilizaram e ainda disponibilizam parte do seu tempo dedicando aos serviços que a Seea presta aos seus associados”, destaca Álvaro Bridi, vice presidente da Seea.

Valorização profissional

Além do papel de indicar profissionais para compor os conselhos e cargos diretivos no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Espírito Santo (Crea-ES) e ser o único representante oficial do Estado junto à Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (Confaeab), a Seea vem tratando como fundamental a valorização dos profissionais ligados à instituição.

Presidente da Seea por dois mandatos, entre 2009 e 2013, e suplente do Conselho Deliberativo da entidade na atual gestão, José Adilson de Oliveira, também comemora a data e cita o papel da entidade junto aos seus associados e a sociedade. “Uma data rica para nós, engenheiros agrônomos de todo Espírito Santo pelo aniversário da Seea, entidade que exerce papel marcante na vida dos profissionais da agronomia no ES e no desempenho das políticas públicas para o setor rural capixaba”, destaca o profissional.

Como se associar?

Desde o início dessa reformulação proposta pela diretoria atual, a Seea já dobrou o número de associados junto à entidade. A ideia, no entanto, é ampliar ainda mais esses números e chegar a 500 membros até o fim do ano.

Os custos para se associar a Seea é de R$ 110,00 por ano (menos de R$ 10 mensal), que podem ser pagos por transferência bancária ou PIX. Para atrair os recém-formados, a entidade vai oferecer gratuidade do pagamento durante o primeiro ano e uma categoria especial para os estudantes de agronomia. A intenção é ampliar as vantagens também com convênios com instituições e descontos em estabelecimentos como farmácia e comércio.

Pague sua anuidade e incentive seus colegas e amigos a pagarem também.
Como fazer:
Sicoob (Banco: 756)
Agência: 3007
Conta corrente: 78.667-5
CNPJ: 27.358.381/0001-31
Valor: R$ 110,00 (cento e dez reais).

Após efetuar o pagamento (depósito identificado), fotografe o comprovante e envie para o e-mail: engenheiros.agronomos@gmail.com. (Redação Revista Procampo)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here