Cursos gratuitos do Senar orientam sobre a segurança na operação de máquinas recolhedoras de café

0
622
Foto: Divulgação

Mais de 60 turmas de treinamentos serão oferecidas até junho, durante o período de colheita do café conilon, um dos principais produtos do agronegócio capixaba

De abril a julho acontece, no Espírito Santo, a colheita do café conilon. Nesse período, aumenta a oferta de trabalho no meio rural, assim como a utilização de máquinas recolhedoras de café, equipamento desenvolvido para otimizar o processo. A fim de contribuir para a segurança do trabalho nas operações de colheita, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-AR/ES) está oferecendo dezenas de treinamentos gratuitos.

Além de orientar os produtores e trabalhadores rurais sobre a operação segura com a utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e da manutenção  das máquinas recolhedoras de café, o treinamento atende a legislação relacionada à segurança no trabalho, que são determinadas por Normas Regulamentadoras (NR) N° 12 e N° 31 e dispõem sobre operação de máquinas e implementos e sobre a segurança no trabalho nas atividades do meio rural.

Com aulas teóricas e práticas, o curso busca contribuir para a segurança no trabalho durante as atividades de colheita do conilon. Os interessados em participar devem procurar os sindicatos patronais rurais de seus respectivos municípios. Os participantes capacitados e aprovados serão certificados e terão condições de atuar com segurança na operação e manutenção das máquinas recolhedoras de café.

Fabrício Gobbo, diretor técnico do Senar-AR/ES, observa que os equipamentos tornam mais rápida a colheita do café e que a utilização das máquinas, elimina uma das etapas seguintes que é a poda dos cafeeiros, garantindo a produtividade dos cafezais para o próximo ano. “As capacitações para quem trabalha com este tipo de equipamento é obrigatória, conforme determina o Ministério do Trabalho. Além disso, a utilização e instalação de dispositivos de segurança do equipamento, devem ser observados, visando assegurar as condições estabelecidas pelas Normas Regulamentadoras evitando o risco com acidentes”, enfatiza o diretor. (Comunicação Faes/Senar-ES)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here