Idaf e Incaper terão 40 escritórios reestruturados nos municípios de atuação

0
916
Foto: Divulgação

Melhorias nas instalações físicas deverão conferir melhor ambiente de trabalho aos servidores, além de disponibilizar espaço mais adequado para receber os produtores

O Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) e o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) terão 40 escritórios reformados ou construídos, conforme o caso, nos próximos três anos. O assunto esteve em pauta nesta segunda-feira (27), durante reunião com a diretoria e servidores dos dois órgãos, além de representante do Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES).

De acordo com o diretor-presidente do Idaf, Leonardo Cunha Monteiro, as melhorias nas instalações físicas das gerências regionais e locais e nos postos de atendimento do Instituto deverão conferir melhor ambiente de trabalho aos servidores, além de disponibilizar espaço mais adequado para receber os produtores.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

Para o diretor técnico Incaper, Antônio Elias Souza da Silva, essa é uma pauta positiva para o Estado. “As famílias rurais poderão ter acesso direto aos dois órgãos, otimizando o seu tempo de busca por orientações e auxílio, bem como a aproximação com profissionais qualificados e parceiros há tantos anos”, reforçou Antônio Elias.

De acordo com a chefe da Assessoria de Projetos do Idaf, Josiana Cerutti, neste momento estão sendo definidos os primeiros municípios contemplados, de acordo com o estado de conservação das edificações. “Serão priorizados os imóveis mais críticos e que estejam regularizados em cartório e, gradativamente, os demais serão incorporados no cronograma”, explicou Josiana Cerutti.

A próxima reunião está prevista para segunda-feira (03), quando novos andamentos serão definidos para a demanda. (Comunicação Governo do ES)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here