Senar-ES implementa programa inédito no estado que estimula sucessão familiar no campo

0
709
Foto: Divulgação

Herdeiros do Campo: programa desenvolvido no Paraná foi lançado no Espírito Santo

 O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Espírito Santo (Senar-AR/ES) e a Federação de Agricultura e Pecuária do ES (Faes), em parceria com o Sindicato Rural de São Gabriel da Palha, a Cooperativa Agrária de Cafeicultores de São Gabriel (Cooabriel) e o Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) iniciou na última terça-feira (14), a primeira turma do programa “Herdeiros do Campo” com o intuito de estimular a sucessão familiar no campo.

Desenvolvido pelo Sistema Faep Senar-AR/PR (Federação da Agricultura e Pecuária do Paraná e Senar da região), o programa tem o objetivo de despertar e envolver as gerações das famílias rurais em uma missão: a continuidade da empresa rural. “Falar sobre sucessão familiar na maioria das vezes é um tabu, mas é necessário para que as famílias rurais consigam mais do que preservar patrimônios, mas investir na continuidade das relações familiares. Uma das grandes dificuldades da sucessão é que ela é feita sem planejamento e nosso intuito como instituição é ser um facilitador: apoiar e orientar os produtores nesse processo, difundindo aprendizado e conhecimento”, contou Ruan Felipe Schwertner, assessor jurídico do Sistema Faep Senar-AR/PR.

Quer receber as principais notícias do AGRO Capixaba, do Brasil e do mundo no seu WhatsApp? Clique aqui e entre no grupo da Revista Procampo!

O presidente da Faes, Júlio Rocha, afirma que essa parceria para trazer esse programa para o estado só deve render bons frutos. “É um prazer para nós receber um representante da Federação do Paraná para começar essa caminhada. Vivemos hoje em um paradoxo de um país com milhares de desempregados e, ainda assim, com falta de mão-de-obra, principalmente no campo. Nosso intuito é orientar os nossos jovens e diminuir essa evasão da zona rural. É um projeto pioneiro que estamos trazendo para o Estado, mas estamos certos de que tem qualidade e pode contribuir para tornar o processo sucessório mais transparente e consciente, integrando às famílias”, explicou.

O programa é inédito no Espírito Santo, o Senar-AR/ES, em parceria com o Sindicato Rural de São Gabriel da Palha e a Cooabriel, está implantando um projeto-piloto do Herdeiros do Campo com a participação de 9 famílias rurais. Na terça-feira (14), aconteceu o Encontro de Integração, onde as famílias puderam conhecer um pouco mais do programa e começaram a criar a sintonia necessária para alcançar o objetivo final que é um plano de ação voltado para a sucessão. Já no encontro desta quarta-feira (15), foi abordado o tema “Sucessão e governança na empresa rural”, onde todos os aspectos jurídicos envolvendo questões de herança e a importância de se antecipar ao destino da empresa rural para as próximas gerações da família foram discutidos.

“Tenho certeza de que esta primeira turma do programa irá desencadear outras, não somente na região, mas em todo o Estado. Nota-se que a turma é participativa e interessada. Acredito que sairão planos de ação muito bem delineados e executáveis. Para a realização de novas turmas, as parcerias são fundamentais, assim como fizemos com o Sindicato Rural local e a Cooabriel.” Disse o coordenador técnico do Senar-AR/ES, Murilo Pedroni.

O Senar-AR/ES ainda não possui data para a próxima turma do Programa, mas possui parceria com os Sindicatos Rurais, Sistema OCB e outros parceiros para disseminar o programa para outras cooperativas, associações e municípios. Para participar, as famílias devem ser compostas por, no mínimo, duas gerações. Os participantes terão acesso a uma metodologia ampla, que abordará diversos aspectos relacionados à sucessão familiar, tais como direito hereditário, gestão estratégica do negócio, empreendedorismo e mediação de conflitos.

Sobre o Senar-ES

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) desperta a população do campo com oferta de ações de Formação Profissional Rural, Atividades de Promoção Social, Ensino Técnico de Nível Médio, presencial e a distância, e com um modelo inovador de Assistência Técnica e Gerencial.

Criado pela Lei nº 8.315, de 23/12/91, é uma entidade de direito privado, paraestatal, mantida pela classe patronal rural, vinculada à Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e administrada por um Conselho Deliberativo tripartite, composto por representantes do governo federal e das classes trabalhadora e patronal rural.

No Espírito Santo, vincula-se à Federação da Agricultura e Pecuária do Espírito Santo (FAES), sendo dirigido por um Conselho Administrativo composto por representações das Classes de Produtores e de Trabalhadores Rurais do Estado e um representante do SENAR Central. Para mais informações acesse: https://www.senar-es.org.br/ (Comunicação Faes Senar-ES)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here