Janeiro é marcado por alta de preços do café e reaquecimento do mercado doméstico

0
403

Mês é marcado por maior necessidade por parte da indústria, o que é típico deste período

O primeiro mês de 2023 foi caracterizado pelo retorno mais firme das negociações de cafés arábica e robusta no mercado doméstico, devido à maior necessidade por parte da indústria, o que é típico deste período. Ao longo de janeiro, apesar da oscilação dos preços, o movimento de alta prevaleceu, conforme indicam os dados do Cepea.

O Indicador CEPEA/ESALQ do arábica tipo 6, posto na capital paulista, operou acima dos R$ 1.000,00/saca de 60 kg em boa parte da segunda quinzena.

Clique aqui e entre no grupo de WhatsApp da Revista Procampo e receba diariamente as principais notícias do agro capixaba, do Brasil e do mundo!

Robusta

As cotações dessa variedade também retomaram a sequência de altas em janeiro, se aproximando novamente dos R$ 700/saca de 60 kg para o tipo 6. Segundo pesquisadores do Cepea, o impulso veio da maior presença de compradores, enquanto vendedores se mantiveram retraídos em boa parte do mês, aguardando aumentos mais intensos nos preços.  (Cepea)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here