Uso de defensivos aumentou 36% em 20 anos; Ásia representa mais de 50%

0
71
Foto: Divulgação

Quase todo o aumento ocorreu entre 2000 e 2012 – Ásia na dianteira

O uso de defensivos agrícolas aumentou 36% entre 2000 e 2019, apontou a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). A informação consta do Anuário Estatístico Mundial de Alimentos e Agricultura 2021, que fornece uma “visão abrangente do cenário agrícola e alimentar global e um resumo dos dados sobre alimentação, nutrição e agricultura”.

De acordo com o Anuário Estatístico, o uso global de pesticidas alcançou o patamar de 4,2 milhões de toneladas em 2019. Quase todo o aumento ocorreu entre 2000 e 2012 – ano a partir do qual houve um arrefecimento no ritmo de crescimento de aplicações de agroquímicos nas lavouras mundiais.

As maiores contribuições vieram da Ásia, seguida das Américas, Europa, África e Oceania. As contribuições regionais para o total mundial mudaram ligeiramente com o tempo, mas a Ásia, o maior contribuinte, permaneceu estável em 52–53 por cento do total das aplicações de defensivos agrícolas.

A participação das Américas aumentou de 29 por cento, para 33 por cento do consumo global de pesticidas, enquanto a da Europa diminuiu ligeiramente de 14 por cento para 11 por cento. A África e a Oceania aplicaram pequenas quantidades de pesticidas ao longo do tempo, mas a Oceania teve o maior crescimento nas aplicações de pesticidas (+85 por cento). A China foi o maior usuário de pesticidas em 2019, com 1,8 milhão de toneladas, ou 42% do total mundial, muito à frente dos Estados Unidos da América e do Brasil (0,4 milhão de toneladas cada).

O uso global de pesticidas por área de cultivo aumentou 28% nos anos 2000, de 2,1 kg/ha para 2,6 kg/ha, e estabilizou após 2010, embora com algumas diferenças regionais importantes. As taxas de aplicação de pesticidas em 2019 foram mais altas nas Américas, seguidas pela Ásia, Oceania, Europa e África. Na década de 2010, a Oceania superou a Europa, mas as duas regiões ficaram abaixo da média global.

A Ásia foi a única região onde o uso de pesticidas por área de cultivo não aumentou entre 2010 e 2019. Os três principais países em termos de taxa de aplicação de pesticidas em 2018 foram Trinidad e Tobago, com 25 kg/ha, Santa Lúcia, com 20 kg/ha e Equador, com 14 kg/ha. (Agrolink)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here