Altas nos preços dos lácteos no atacado e estabilidade no varejo

0
118
Foto: Divulgação

Preços da matéria-prima (leite cru) subindo no campo

Os preços da matéria-prima (leite cru) subindo no campo e a baixa oferta nas principais bacias leiteiras deram sustentação às cotações dos lácteos nas indústrias em maio. Segundo levantamento da Scot Consultoria, no atacado, o leite longa vida (UHT) apresentou significativa alta em maio, de 3,9% na comparação mensal. Os preços dos queijos, da manteiga e do creme de leite também subiram, respectivamente, 2,0%, 0,7% e 3,6%. Para o leite em pó, o aumento foi menos intenso, de 0,7% no mesmo período.

Na comparação ano a ano, o leite UHT está custando 17,9% mais este ano, e na média dos produtos pesquisados pela Scot Consultoria, o incremento ano a ano foi de 15,0% no atacado.  No mercado varejista, os preços dos lácteos subiram sutilmente. Mesmo com a alta no atacado, a situação da demanda interna, patinando, não permitiu grandes reajustes. Considerando a média de todos os produtos pesquisados em São Paulo, na comparação mês a mês, houve alta de 0,1% nos supermercados.

O preço do leite longa vida (UHT) subiu 0,2% em maio, na comparação com o mês anterior. Frente ao ano passado, a diferença é de 14,4%. Para saber mais sobre o mercado de leite, custos de produção, clima, preços dos lácteos no atacado e varejo e expectativas para a cadeia assine o Relatório de Mercado de Leite da Scot Consultoria. (Scot Consultoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here