Janeiro registrou chuvas abaixo da média em todo o Espírito Santo

0
221
Foto: Divulgação

Análise é da Coordenação de Meteorologia do Incaper

As chuvas registradas neste mês de janeiro foram abaixo da média histórica do Espírito Santo, de acordo com a análise da Coordenação de Meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Conforme o levantamento de dados, todos os municípios do Estado estão com chuvas abaixo do normal para este mês. Nos municípios onde ocorreram chuvas, os acumulados não foram suficientes para atingir a metade da média para janeiro. Houve ainda municípios onde não ocorreu chuva em nenhum dia durante este mês.

A escassez de chuva é em decorrência do sistema de alta pressão atmosférica (ASAS), que atua sobre a região Sudeste do Brasil, o que é normal neste período do ano, conforme explicou o meteorologista do Incaper, Ivaniel Fôro Maia. “Porém, ele está persistindo por várias semanas, desde o final de dezembro de 2020. Além de inibir a formação de nuvens, o ASAS causa um ‘bloqueio na atmosfera’ que dificulta a chegada e o avanço das frentes frias, além do ar polar na região Sudeste. Com isso, aqui no Espírito Santo não tivemos a formação de nuvens suficientes com potencial para provocar as chuvas volumosas de verão, que normalmente caem sobre o Estado neste mês”, complementou Maia.

De acordo com o levantamento realizado pela Coordenação de Meteorologia, até esta sexta-feira (29), os acumulados pluviométricos foram pouco expressivos em todo o Estado. Confira os acumulados de chuva de alguns municípios de referência e a avaliação de anomalias na tabela abaixo:

Comparação de chuvas com janeiro de 2020

Os acumulados de chuva ocorridos em janeiro de 2020 mostraram um cenário favorável em que foram registradas chuvas com grandes volumes em praticamente todas as regiões do Estado. Alguns pontos ficaram abaixo da média histórica em janeiro de 2020, a exemplo de Ecoporanga. Ainda assim, a chuva ocorrida no município teve acumulado significativo, ficando apenas -23% abaixo da média esperada para janeiro, explicou Ivaniel Fôro Maia.

A diferença de chuvas registradas em janeiro, nos anos de 2020 e 2021, foram de grandes proporções. Até mesmo o município de Ecoporanga, onde choveu abaixo da média no ano passado, apresentou diferença de chuva em 2020 superior a 83 milímetros, quando comparada a 2021. No ano passado, os demais municípios tiveram chuva superior a 100 milímetros, sendo que em algumas cidades a chuva foi superior a 300 milímetros. Já neste ano, o maior volume de chuvas registrado foi de 115.4 milímetros, em Iúna, ainda assim abaixo da média. O município também foi o que registrou a principal diferença de ocorrência de chuvas em janeiro, com 396.6 milímetros abaixo da média, comparado ao mesmo mês de 2020.

A diferença das chuvas ocorridas em 2020 e 2021, em milímetros, foram as seguintes:

Altas temperaturas

De acordo com o levantamento de dados realizado nesta sexta-feira (29), as temperaturas máximas mais altas foram registradas no início e no final do mês. O município de Cachoeiro de Itapemirim apresentou a maior temperatura de 37.2ºC, em janeiro.

Previsão para fevereiro

Fevereiro faz parte do período chuvoso no Espírito Santo. No entanto, o mês apresenta uma característica particular que a Meteorologia denomina de Veranico, conforme esclarece Ivaniel Fôro Maia. Esse fenômeno é um processo de ausência ou diminuição das chuvas por um período de, no mínimo, quatro dias consecutivos, em comparação aos demais meses do período chuvoso do ano.

De maneira geral, o mês de fevereiro deste ano deve seguir os padrões médios de chuva e de temperatura. Não são esperados grandes volumes de chuva e, por ser um mês em que normalmente chove pouco no Estado, a chuva deve ficar dentro da normalidade, com acumulados pouco expressivos de precipitação pluviométrica. Em relação às temperaturas, em todo o Estado, a previsão é de que devem seguir elevadas e dentro da normalidade para esta época do ano. (Incaper)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here