Encontro sobre a cultura da pimenta-do-reino para agricultores em Ponto Belo

0
63
Foto: Revista Procampo

O Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) promoveu o 1º Encontro de Produtores sobre a Cultura da Pimenta-do-Reino de Ponto Belo para orientar os produtores interessados na atividade. O evento reuniu cerca de 100 pessoas no Sítio Pica Pau, de propriedade dos agricultores Regino e Santa Cardoso, na comunidade do Córrego Lajeado.

A programação contou com duas palestras ministradas pelo engenheiro agrônomo e extensionista do Incaper de São Mateus, João Trevisani. Inicialmente, ele abordou o tema “Nutrição e adubação da cultura da pimenta-do-reino”, tratando os principais cuidados para maior eficiência nessas práticas. Na ocasião, Trevisani falou sobre o uso de adubos e formulados, e explicou detalhes sobre adubação via solo e foliar. A segunda palestra foi sobre “Podas de formação, produção e limpeza da cultura de pimenta-do-reino”, em que o técnico demonstrou as principais práticas adotadas.

Para a agricultora familiar e presidente da Associação de Produtores Rurais de Itamira (APRI), Santa Cardoso, o evento além de bem organizado atendeu as expectativas dos agricultores familiares. “Os produtores de pimenta-do-reino puderam tirar suas dúvidas sobre o manejo da adubação das lavouras, sobre as principais podas, bem como sobre as expectativas de mercado para a pimenta, assuntos que eram demandas urgentes por parte dos agricultores familiares e produtores de pimenta do município”, disse a agricultora.

“A cultura da pimenta-do-reino tem desempenhado papel de extrema relevância dentro das principais atividades agrícolas no município de Ponto Belo. As áreas implantadas no município praticamente triplicaram nos últimos quatro anos, chegando a quase 90 hectares. Cerca de 85% das áreas plantadas estão em plena produção, movimentando assim a economia rural, o comércio local e a mão-de-obra no campo. Contudo, os agricultores do munícipio ainda careciam de informações e práticas de poda, uma vez que as lavouras existentes ainda podem elevar as suas produtividades e igualar a média de produção em relação a outros munícipios”, disse Adriano Spínola Coordenador do Escritório Local de Desenvolvimento Rural do Incaper (ELDR) de Ponto Belo.

De acordo com Adriano, em Ponto Belo existem atualmente 60 produtores de pimenta-do-reino. O município cultiva a especiaria há sete anos, sendo hoje a quarta cultura mais plantada, atrás apenas do café, mandioca e mamão. Atento às necessidades dos agricultores, o Incaper prevê, para o próximo ano, um novo encontro, desta vez sobre colheita, beneficiamento e comercialização. (Incaper)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here