Cafeicultores do Quênia deixam de produzir por conta do alto custo

0
65
Foto: Divulgação

O alto custo de produção no Quênia tem impedido os agricultores de produzir café, o que prejudicou significativamente a produção final do país. Alguns produtores estão pedindo mais subsídios do governo para que este custo seja reduzido.

No ano passado, os preços do café no mercado internacional caíram para seu menor nível em 13 anos, depois de um quilo ter sido negociado abaixo de um dólar. Os baixos preços, aliados ao alto custo da mão-de-obra e dos fertilizantes, dificultam a produtividade de alguns cafeicultores.

O objetivo também é aumentar o consumo local de café de alta qualidade e criar mais mercado. A maioria das nações africanas exporta o grão sem agregar valor, o que não gera empregos e renda ao continente.

A Organização Inter-Africana do Café está em busca de 900 milhões de dólares do setor privado para oferecer empréstimos aos agricultores, numa tentativa de aumentar a produção de café. (Café Point)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here