FPA discute gestão compartilhada de energia no campo

0
151
Foto: Asscom Coopeavi

A gestão compartilhada de energia no campo foi o principal assunto da reunião entre deputados e senadores da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) desta terça-feira (10). O deputado Evair de Melo (PP-ES), segundo vice-presidente do colegiado, apresentou expertise do Espírito Santo para solução de compartilhamento para usuários a distância. O sistema permite que duas ou mais unidades consumidoras possam usufruir da energia produzida por uma única unidade geradora.

À convite do vice-presidente da FPA, Deputado Federal Evair de Melo (PP-ES), estiveram no almoço o Diretor Executivo do Sicoob ES, Nailson Dalla Bernadina, o Diretor Executivo da CleanClic e Conselheiro Voluntário na Ciclos, Vitor Romero Moulin Teixeira, o Membro do Conselho da Absolar, Marcio Takata, e o Analista Técnico e Econômico Marco Olívio Morato de Oliveira.

Segundo Evair de Melo, é uma parceria pioneira que possibilita ao cooperado usar o sistema fotovoltaico (geração de energia elétrica a partir da luz solar, por meio de painéis) onde ele estiver, dividindo a eletricidade e os custos. “É uma forma de compactar o investimento, uma vez que a plataforma está disponível para inúmeros usuários de maneira remota”.

Presidente da Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), Evair afirmou também que a apresentação feita pela Ciclos é importante para a discussão de matriz energética no Brasil e completa dizendo que essa iniciativa “mostra que o cooperativismo é uma grande porta para a sustentabilidade”.

A plataforma cooperativa do Espírito Santo permite que os usuários tenham previsibilidade no custo da energia, que é limpa e renovável. O deputado também destacou que o sistema possibilita até 80% de redução na fatura e descontos de 8% a 12% na conta de luz. A expectativa, segundo ele, é chegar a 2.500 residências no estado nos próximos 12 meses, na cidade e no campo.

Em agosto, a Ciclos inaugurou o maior complexo de geração de energia compartilhada do país, localizado em Ibiraçu, norte do Espírito Santo. A ampliação do sistema já é prevista e, para tanto, deverão ser investidos R$ 35 milhões. O conjunto dessas usinas fotovoltaicas vão gerar energia para as agências do Sicoob em todo o Espírito Santo. A expectativa é gerar 140 mil kWh/mês, valor suficiente para fornecer energia em cerca de 500 residências, e economizar R$ 85 mil por mês, aproximadamente. (Agência FPA e de assessoria)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here