Espírito Santo exporta maior volume mensal de café conilon de sua história

0
24
Foto: Divulgação

No último mês de julho foram embarcadas 573.717 sacas de 60 quilos, ultrapassando o recorde anterior alcançado em agosto de 1991

As exportações de café pelo estado do Espírito Santo no mês de julho somaram ao todo 701.075 sacas de 60 quilos, incluindo os tipos: arábica, conilon e solúvel. A receita cambial verificada no mês foi de 62 milhões de dólares.

Em se tratando de café conilon, principal espécie produzida em terras capixabas, o Espírito Santo exportou o maior volume mensal de sua história: 573.717 sacas. O recorde anterior era de 546.769 sacas alcançado há 28 anos. Para o presidente do Centro do Comércio de Café de Vitória (CCCV), Jorge Nicchio, o feito se justifica pela ampla oferta global de café que derrubou os preços internacionais, fato que, somado à qualidade do conilon capixaba e à ausência de oferta de café robusta pelo Vietnam, principal concorrente do Brasil, atraiu os importadores. “Outro motivo foi à crise hídrica verificada no Espírito Santo em 2016 e 2017 que acabou por fazer com que nossos produtores otimizassem suas técnicas de irrigação e renovassem os cafezais – o que provavelmente ocorreria só no ano que vem – antecipando os efeitos de uma alta produção em 2019”, afirma Nicchio.

Mas para o Presidente do CCCV o momento é muito delicado para todo o arranjo produtivo, principalmente para os produtores rurais, diante de preços tão deprimidos e custos de produção crescendo. Para Jorge Nicchio, esse cenário deve ser atravessado com muita atenção aos custos e aos tratos culturais no pós colheita, já que sem atenção à qualidade o café perde não só em valor como também em peso. “É preciso também reduzir o “custo Brasil” que onera nossas exportações e retira margens que permitiriam remunerar melhor nossos produtores”, conclui.

Toda a exportação de café em 2019 corresponde a 3.358.520 sacas, a uma receita cambial de US$ 322 milhões e a um preço médio de US$ 95,82 por saca. O volume acumulado em 2019 é quase o dobro daquele verificado de janeiro a julho de 2018 quando foram embarcadas 1,7 milhão de sacas de 60 quilos.

Ao todo 46 países compraram os cafés do Espírito Santo em 2019, os cinco maiores importadores são Bélgica (15,5%), Estados Unidos (15,1%), México (8,9%), Reino Unido (8,8%) e Itália (8,7%). (Centro do Comércio de Café de Vitória – CCCV)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here