Colheita do café antecipada: chuva limita trabalhos de cata no Brasil

0
1543
Foto: Divulgação

Com o início antecipado da colheita nesta safra 2019, algumas regiões produtoras voltaram a ser atingidas por chuvas na semana passada e os trabalhos foram limitados, além de ter sido registrado prejuízo na qualidade dos frutos. Segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), o cinturão cafeeiro foi afetado pelas precipitações principalmente em São Paulo, Minas Gerais e Rondônia. “Nas propriedades de arábica, as chuvas resultaram em queda de grãos mais maduros e atingiram os cafés já nos terreiros, o que pode influenciar a qualidade dos primeiros lotes”, destaca a instituição.

De 13 a 28 de abril, as estações de Cacoal (RO), Franca (Mogiana – SP) e Machado (Sul de Minas) registraram acumulados de chuva, respectivamente, de 135,8 milímetros, 92,8 mm e 63,4 mm, de acordo com informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). “Ressalta-se, contudo, que apenas uma parcela dos pés foi atingida por fortes chuvas e, com a colheita ainda na fase inicial e o alto percentual de grãos verdes em boa parte das lavouras, os impactos na safra 2019/20 ainda são pequenos”, pondera o Cepea.

Entretanto, a instituição analisa que, caso as chuvas permaneçam, as atividades de campo e o beneficiamento do arábica devem ser prejudicados. “As temperaturas um pouco mais baixas nesses últimos dias também podem retardar a maturação dos grãos. Diante disso, produtores podem preferir atrasar os trabalhos a fim de se obter maior uniformidade”, completa.

Andamento

Até esta semana, o ritmo de colheita está mais avançado apenas no Noroeste do Paraná e em Rondônia, segundo colaboradores do Cepea. Na região paranaense, os produtores estão concentrados especialmente nas catações das pontas dos cafezais, sendo que o volume colhido corresponde de 5% a 10% do total esperado para a safra. Já em Rondônia, apesar das chuvas, a colheita já atinge entre 10% e 15% da produção estimada para 2019.

No restante das regiões produtoras de arábica e robusta, os trabalhos de cata ainda estão no início. O Cepea comenta que, caso o clima seja favorável, as expectativas são de que a colheita ganhe força na próxima semana em todas as origens produtoras, com maior volume de café da safra nova chegando ao mercado no final de maio. (CNC)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here