Pescado produzido no Estado poderá ser comercializado em todo o Brasil

0
98
Foto: Divulgação

Estabelecimentos devem solicitar a adesão junto ao Idaf

Entrepostos de pescado do Espírito Santo registrados junto ao Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf), por meio do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), poderão ampliar a comercialização de seus produtos para todo o país. Antes, o comércio era restrito ao Estado.

A comercialização dos produtos capixabas passa a valer após o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) reconhecer a equivalência do SIE, na categoria pescado e derivados, para adesão ao Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi). O resultado foi publicado nessa segunda-feira (18) no Diário Oficial da União.

De acordo com o diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, o reconhecimento representa um importante avanço na economia do Espírito Santo, que poderá destinar sua produção para todo o país, expandindo sua área de atuação. “Além disso, demonstra a estrutura adequada do SIE/Idaf, que atendeu às exigências previstas nas auditorias realizadas pelo Ministério da Agricultura”, disse.

O Estado já foi reconhecido para as categorias de carnes (2013), ovos (2015) e leite (2018).

Possíveis beneficiários

Atualmente, existem dois empreendimentos de pescado registrados junto ao SIE/Idaf, que poderão ampliar sua área de comercialização. Para isso, devem manifestar interesse junto ao Instituto, que fará a auditoria a fim de verificar se estão aptos ou indicar as adequações necessárias. A aprovação será emitida uma vez que o estabelecimento atenda aos critérios de conformidade. (Comunicação Idaf)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here