Fundo emergencial garante rebanho seguro

0
483
Foto: Divulgação

Pecuarista, pague a taxa do Fepsa em novembro e proteja seus animais

Até o dia 30 de novembro acontece a vacinação contra febre aftosa em bovinos e bubalinos. No mesmo período é recolhida a taxa do Fundo Emergencial de Promoção da Saúde Animal do Espírito Santo (Fepsa-ES), de R$ 0,20 (20 centavos) por cabeça de gado cadastrado no Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Espírito Santo (Idaf).

Os criadores de suínos e aves também contribuem para o fundo do Fepsa-ES, que funciona como um seguro para viabilizar financeiramente a indenização dos criadores caso ocorra algum episódio de Febre Aftosa, Newscastle ou Infuenza aviária nos estabelecimentos.

A novidade é que o pagamento é via boleto no momento da declaração da vacinação, via Sistema de Integração Agropecuária (Siapec), mas caso o pecuarista não tenha acesso à internet ele consegue efetuar o pagamento no escritório do Idaf. Em breve estará disponível uma inovação no sistema, O Siapec – 3, previsto para ser lançado em janeiro de 2019, em que o acesso poderá ser feito também via celular.

“É uma facilidade a mais para o produtor que a qualquer momento e local conseguirá emitir a Guia de Trânsito Animal (GTA) e agora também o boleto do Fepsa. Outro destaque na atualização do sistema é que equinos, aves e suínos serão contemplados, pois, a movimentação deles é grande no estado”, disse o presidente do Fepsa-ES, Neuzedino Alves de Assis.

A criação do Fundo foi uma exigência do Ministério da Agricultura (MAPA), e Organização Internacional de Saúde Animal (OIE) para a obtenção do status de zona livre de febre aftosa com vacinação. Isto possibilitou aos frigoríficos do Espírito Santo exportar para mercados externos mais exigentes como a União Europeia e Estados Unidos, por exemplo. Esse reconhecimento ocorreu no mês de maio de 2001.

Os índices de vacinação no Espírito Santo têm se mantido em percentuais acima de 95%. Esses percentuais positivos mostram que o estado está cada dia mais próximo de ser reconhecido como estado livre da Febre Aftosa sem vacinação, previsto para ocorrer a partir de 2022. A última etapa de vacinação do Bloco IV, do qual o Espírito Santo faz parte, está prevista para acontecer em maio de 2021, e após este prazo haverá um monitoramento sorológico. O resultado será encaminhado ao MAPA e posteriormente a OIE, e deve declarar o novo status sanitário do país e do estado como livre de febre Aftosa sem vacinação.

Para o médico veterinário e gerente executivo do Fepsa-ES, Antonio Carlos de Souza, ao decretar zona livre da Febre Aftosa sem a vacinação o país e o estado serão beneficiados, pois proporcionará galgar outros mercados internacionais como os americanos e asiáticos. “No momento, não é permitido alcançar esses mercados em função da utilização da vacina. Quando alcançarmos isto, consequentemente os produtores nacionais e capixabas terão agregados maior valor econômico a sua produção”, disse.

O Fepsa-ES tem o Idaf como um importante parceiro e sempre contribuiu para o seu fortalecimento no desenvolvimento de suas ações, com isto tornando mais ágil a execução de suas atividades, inclusive na sorologia. Desta forma, o processo é mais ágil, pois diminui o tempo de burocracia, obtendo os resultados com maior rapidez. Além disso, o Fundo vem apoiando financeiramente a implantação e evolução do Siapec, o que possibilita ao produtor cumprir as suas tarefas sem a necessidade do deslocamento ao escritório do Idaf.

CONFIRA ALGUMAS AÇÕES DO FEPSA JUNTO AO IDAF:

– Evolução na cobertura vacinal de Brucelose

– Emissão de GTA eletrônica pelo Siapec 2

– Compra de vacinas de Brucelose

– Treinamento e reciclagem de agentes de saúde animal e funcionários dos sindicatos rurais para emissão de GTA eletrônica

– Atividades em educação sanitária (mediante realização de palestras brucelose, tuberculose, aftosa e Trypanossomose nos sindicatos).

– Divulgação sobre a eficiência da vacinação da Febre aftosa

– Apoio ao Idaf na aquisição de material para a sorologia de bovinos e suínos

– Apoio ao Idaf na aquisição de imunógenos como tuberculina e antígeno (agulha, seringas, pipetas, brincos e etc)

– Ações junto ao Idaf e Seag no tocante ao abate de fêmeas no terço final de gestação

– Licenciamento do software Siapec 3 – uso do módulo da emissão da GTA em dispositivos móveis para os sistemas Android e IOS

O FEPSA

O Fepsa-ES (Fundo Emergencial de Promoção da Saúde Animal do Estado do Espírito Santo) é formado pelas entidades: Federação da Agricultura e Pecuária do ES (Faes), Sindicato da Indústria do Frio do ES (Sindifrio), Idaf, Superintendência Federal de Agricultura Pecuária e Abastecimento (SFA), Associação dos Avicultores do ES (Aves), Associação dos Suinocultores do ES (Ases) e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB). (Fonte: Iá Comunicação)

Contatos Fepsa-ES:
Telefone: (27) 3185-9225
E-mail: fepsa@faes.org.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here