Melhor café brasileiro será anunciado no próximo domingo

0
904
Foto: Divulgação

O Cup of Excellence busca definir o melhor café do Brasil e desde o dia 15 de outubro, 29 juízes de dez países avaliam 77 amostras de café arábica, 37 do tipo cereja descascado/despolpado (preparados por via úmida) e 40 do natural (colhidos e secos com casca). Para a Associação Brasileira de Cafés Especiais (BSCA) o objetivo do concurso é contribuir para a capacitação de produtores e demais segmentos da cadeia produtiva dos cafés especiais.

Essas avaliações estão sendo feitas em Guaxupé (MG). Na categoria Naturals, a origem produtora que mais se destacou foi a Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas Gerais, com 15 cafés entre os finalistas, ou 37,5% do total. Na sequência, vem a Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, com 10 lotes (25%); Sul de Minas, com sete (17,5%); Matas de Minas e Chapada Diamantina (BA), com três amostras cada (7,5%); e as regiões de São Paulo da Média Mogiana e da Indicação de Procedência da Alta Mogiana Paulista, com um lote cada (2,5%).

A categoria Pulped Naturals conta com 37 finalistas, tendo a origem produtora da Chapada Diamantina encabeçando a lista com 17 representantes, o que corresponde a 46% do total. A Indicação de Procedência da Mantiqueira de Minas Gerais veio na sequência, com 10 cafés (27%), seguida pelas regiões das Matas de Minas, com quatro lotes (10,8%); do Sul de Minas, com duas amostras (5,4%); e da Denominação de Origem do Cerrado Mineiro, das Montanhas do Espírito Santo, da Chapada de Minas e do Planalto de Vitória da Conquista (BA), cada uma classificando um café (2,7%). (Fonte: Café Point)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here