Colheita de café robusta do Brasil deve superar estimativa oficial

0
884

Com o clima favorável em boa parte da safra, a colheita de café robusta que se encaminha para o final no Brasil deverá superar as previsões oficiais, na avaliação de agentes ouvidos pelo Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea).

“Para agentes, o clima mais propício nesta temporada deve auxiliar em uma colheita superior à estimada pela Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), de 13,7 milhões de sacas de 60 kg de café robusta, se aproximando dos 15 milhões de sacas no país”, disse o centro da Esalq/USP em análise nesta terça-feira, 31.

Isso representaria um aumento importante frente à produção de 10,72 milhões de sacas de 2017, quando o setor ainda sentia os efeitos de uma severa seca no Espírito Santo, principal produtor brasileiro de robusta.

A colheita de café robusta da safra brasileira 2018/19 está próxima do fim no Espírito Santo. Segundo colaboradores do Cepea, as atividades no Estado deverão ser praticamente finalizadas entre esta e a próxima semanas.

Apesar disso, as negociações no físico permanecem em baixo ritmo, acrescentou o centro da USP. As cotações internas da variedade têm sido pressionadas pelo recuo no mercado externo, cenário que afasta vendedores do mercado, reduzindo a liquidez interna, segundo o Cepea.

Na segunda-feira, o indicador do robusta tipo 6 peneira 13 acima fechou a 321,29 reais/saca de 60 kg, queda de 3,4% frente à semana anterior.

O clima segue favorecendo a colheita do café arábica no Brasil, acrescentou o Cepea.

Até a última semana, tanto em Garça (SP) como no Sul de Minas, a colheita atingia de 60 a 70% do total. No Cerrado Mineiro, os trabalhos estavam próximos dos 60% da produção esperada. Já na Zona da Mata, após os atrasos iniciais devido às chuvas, as atividades começam a ganhar mais ritmo, sendo que o volume colhido se aproximava dos 50%.

Fonte: Reuters

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here